quarta-feira, 28 de março de 2012

I miss you . .

E deste modo a saudade ocupada o lugar
O lugar vazio que restou
O lugar de algo que não soube julgar
Ou de algo que já passou.

Mas muitas vezes ocupa um vazio inexistente
Um vazio inexplicável,
De apenas um ser carente com uma falta insuportável.

Saudade de quem está distante, mas não está ausente
Não só em pensamentos, quando a voz cala e consente ,
Mas a cada ação do dia, a cada sorriso, a cada alegria.
Mas também em cada lagrima, cada dor, impossível não chorar, ao lembrar-se do seu amor.

Saudade é abraçar, rir e chorar ao mesmo tempo..
Pela felicidade de estar perto, e a tristeza de sempre acabar este momento.
Se por um acaso se tornar dependente, do que diz esconder esta saudade
Não fique esperando por uma estrela cadente.
Corra atrás da realidade!